jump to navigation

Starbucks comemora 40 anos. 31, 03, 2011

Posted by varall in Assista, Varal de fora.
add a comment

Assista o novo comercial da rede de cafetaria Starbucks em comemoração aos seus 40 anos. A marca utiliza a nova logo e uma nova assinatura também: “It’s bigger than coffee“.

 

 

Anúncios

Maice estende vaga no vaga 31, 03, 2011

Posted by varall in Sem categoria.
Tags:
add a comment

Pós Uninorte 30, 03, 2011

Posted by varall in Varal de Manaus.
3 comments

LinkedIn 29, 03, 2011

Posted by varall in Sem categoria.
Tags:
add a comment

Você ja conhece o LinkedIn? Se não, é uma boa oportunidade para ficar por dentro do que acontece no mercado. O LinkedIn é um site de negócios que possui o formato de uma rede de relacionamento. Por este motivo, muitos se referem a LinkedIn como uma rede social. O site foi fundado em 2002, porém, seu lançamento ocorreu no ano seguinte, em 2003, na Califórnia.

O principal objetivo do site é reunir profissionais, através de uma listagem abrangente ou mesmo detalhada de vários contatos, sendo pessoas ou empresas. Desta forma, permitindo a interatividade entre os profissionais. O Linkedln já possuía uma grande aceitação pelos brasileiros, porém, com o lançamento da versão em português em 2010, o número de usuários vêm crescendo diariamente. Estima-se que há mais de dois milhões de usuários ativos no país. O Brasil, por sua vez, passou a pertencer ao grupo de países que mais pratica “networking” no serviço.

(mais…)

Agende: Bem Na Foto. 29, 03, 2011

Posted by varall in Agende, Estendendo informaçao.
1 comment so far

O Photovivência de abril receberá Antonio Lima, reporter fotográfico do jornal A Critica e que tem muitas histórias e belas imagens pra mostrar.

PHOTOVIVÊNCIA – DIÁLOGO COM O FOTOGRÁFO – ANTÔNIO LIMA
SÁBADO – 02 DE ABRIL
HORA – 17H30
LOCAL – ESPAÇO THIAGO DE MELLO – LIVRARIA SARAIVA MEGASTORE DO MANAUARA SHOPPING
MANAUS-AM

PCI Informática 28, 03, 2011

Posted by varall in Varal de Manaus.
4 comments


Ficha Técnica

Título: PCI Informática
Anunciante: PCI Informática
Direção: Gerson Toller
Finalização: Carlos Dantas
Produção e Finalização: Estúdio 9
Ano: 2011

Hora do Planeta- Mene & Money 28, 03, 2011

Posted by varall in Varal de Manaus.
4 comments

Ficha Técnica

Criação: Sérgio GC e André Nishiwaki
Aprovação: Níllio Portela, Túlio Mene e Eulália Ribeiro
Arte Final: Apollo Fernandes
Mídia: Talita Loris e André Buiati

Agende: Nova temporada do ‘Sábado Detonados’. 28, 03, 2011

Posted by varall in Agende.
2 comments

O QUE É: Sábado Detonados

QUANDO: Dia 2 de abril, às 23h30, no foyer

QUANTO: R$ 20 (meia entrada) 3 R$ 40 (inteira)

ONDE: Teatro Manaura, no Manauara Shopping, piso Buriti

INFORMAÇÕES: 3342-8030

Benefícios das Redes Sociais 28, 03, 2011

Posted by varall in Sem categoria.
1 comment so far
Nas redes sociais, os riscos existentes devem ser enfrentados com racionalidade e sem preconceitos.Toda estratégia de marketing envolve riscos.Vai depender muito da cultura da empresa e da natureza do mercado em que ela atua. Os benefícios das mídias sociais não se limitam a área de marketing. Existem oportunidades de comunicação que são criadas por estas ferramentas para uso interno na empresa.
Alguns dos benefícios para o marketing via mídias sociais são:
1. Diminui o custo de entrega
 
Principalmente para experimentar, o maior custo envolvido é de tempo dedicado a curva de aprendizagem da equipe envolvida na utilização da ferramenta, pesquisas para descobrir comunidades, criar comunidades e manutenção de relacionamentos. A maioria das mídias sociais é grátis ou de baixo custo.Este investimento de tempo faz parte do custo fixo da empresa, e se ele produz resultados ele acaba se pagando.Depois que a sua equipe entender os fatores chave necessários para sua estratégia de mídia social, faz sentido começar a investir em ferramentas de administração e monitoração.
2. Constrói marca
A contrução de marca é o ativo mais importante, independente do tamanho de sua empresa.As plataformas de midias sociais são muito poderosas para a contrução de marca de sua empresa.Elas funcionam como os antigos serviços de propaganda e relações públicas que eram controlados sómente por jornalistas e proprietários de mídias (impressas, televisivas e rádio). Hoje em dia qualquer pessoa pode criar um bom conteúdo a ser consumido por qualquer um na plataforma Internet.Construção de marca significa criação de menções positivas de sua marca ou produto na web.
3. Melhora a utilização do potencial do Staff da empresa           
 
Alavanque o potencial de talentos de seu staff na criação de conteúdo a ser utilizado nas mídias sociais.Utilize o Know How de seu staff para produzir com frequência, conteúdo pertinente e de qualidade,a ser compartilhado com a sua comunidade. Identifique quais pessoas possuem potencial para contribuir em sua estratégia nas mídias sociais.As pessoas podem ter interêsse em participar, pois estarão ao mesmo tempo construindo sua marca pessoal no mercado.Quanto mais a cultura das mídiassociais evoluir, mais fácil será recrutar bons talentos para desenvolver sua estratégia de mídia social.O fato de sua empresa estar atuando nas mídias sociais, ajuda a atrair os melhores talentos.
4. Cria lealdade
 
O conteúdo considerado de qualidade gera lealdade e cria marketing viral. As pessoas começam a indicar links de conteúdos que consideram interessantes para seus conhecidos.Não se constrói lealdade com publicidade no marketing atual. A lealdade coletiva de uma comunidade é muito valiosa.
5. Iguala o poder entre as empresas     
 
Uma pequena empresa pode construir uma comunidade da mesma forma que uma grande empresa, talvez não nas mesmas proporções de extensão, em função dos recursos aplicados, mas criando um vínculo igualmente forte de lealdade com a veiculação de conteúdo de valor e construção de relacionamento.Não queira obter retornos financeiros imediatos, isso será obtido através da construção de lealdade e confiança.É uma decorrência.Trata-se de se criar uma percepção de valor e educar sua comunidade. Crie, distribua conteúdo de valor, escute sua comunidade e aja imediatamente no sentido de atender aos seus anseios.
6. Constrói confiança
 
A construção de relacionamentos utilizando um tom humano e sincero, é primordial para se construir uma relação de confiança.A empresa não pode se esconder atrás de uma voz corporativa sob o perigo de não conseguir criar confiança e lealdade.É preciso engajar os consumidores e dar-lhes o devido reconhecimento para poder traduzir o poder da comunidade e replicar os benefícios de sua marca e produtos no mercado.Da mesma forma que a construção de confiança pode ser contruida de maneira rápida, se a empresa atuar de forma errada a desconstrução pode ser mais rápida ainda.
7. Converge para o marketing viral
 
As estratégias de mídia social hoje em dia devem fazer parte da estratégia de relações públicas, que utiliza conteúdo com potencial viral.Dê acesso ás noticias de sua empresa para a comunidade, e ela se tornará seu canal de promoção e divulgação.Não se limite a publicar as notícias. Peça que eles discutam e comentem as mesmas de uma maneira sincera.
8. Alavanca a marca junto aos mecanismos de busca    
 
Quanto mais seus links relacionados a conteúdos (que apontem para seu site) forem distribuidos e comentados em outras mídias sociais, maior serão os benefícios na estratégia de construção de links junto aos mecanismos de busca.A sua posição na busca orgânica será otimizada.O grau de autoridade conferida pelos mecanismo de busca ao tipo de conteúdo publicado e certas palavras chave, aumenta, gerando mais tráfego para seu website e as midias sociais com seu conteúdo.
9. Possui um lado educacional
 
As mídias sociais proporcionam oportunidades de aprendizagem e de inteligência de marketing a respeito de dicas, idéias e links com conteúdo informativo e educacional.Ferramentas como Delicious e Digg, blogs, webcasts e twitter permitem achar e comparilhar conteúdo de valor de maneira fácil e rápida. Os insights obtidos a respeito de seu marcado, clientes, concorrentes, empregados, canais de venda e fornecedores podem ser muito valiosos.Hoje em dia uma empresa pode postar perguntas ao mercado e obter respostas honestas, espontâneas e sem custo da comunidade, (mais valiosas e baratas do que em focus groups).
Todos estes benefícios fazem parte da forma do marketing de engajamento ou inbound marketing de produzir resultados. Quando se escuta, se aprende. Quando se engaja com a comunidade se constrói confiança e relacionamento. Quando se comunica informação de valor, se constrói a marca. As taxas de resposta e conversão se tornam maiores do que nos métodos tradicionais. É possivel rastrear o efeito da sua estratégia de mídias sociais em suas vendas, seja em têrmos de valor ou na diminuição da duração do ciclo de vendas.
In 2 Get Marketing/Mídia 8

Volta pra mim 28, 03, 2011

Posted by varall in Varal de fora.
Tags: ,
1 comment so far

Ação da agência Art&C para a concessionária Kia Dunas onde um possível (ex) casal está discutindo a relação publicamente. No outdoor, a tal Carol faz uma proposta de voltar com o ex namorado Beto se ele vier em um novo Sorento 2011 (foco de divulgação da ação).

Via: Comunicadores

Posso ajudar? 27, 03, 2011

Posted by varall in Sem categoria.
1 comment so far

Estudo revela despreparo no atendimento das classes C, D,E.

Levantamento desenvolvido pela consultoria Plano CDE, especializada no universo das classes C, D e E, revela mau atendimento do varejo ao público de baixa renda. De acordo com o estudo, trata-se de uma deficiência comum para quase todas as classes, mas que, no caso dos clientes populares, influencia ainda mais a autoestima desse consumidor, impactando diretamente na forma como se relaciona com as lojas, e, consequentemente, potencializando o receio de adquirir algo novo.

“Não se trata de uma avaliação técnica, mas de uma percepção do próprio consumidor de baixa renda, que constatou uma diferença evidente em relação ao atendimento dado aos públicos A e B”, explica Luciana Aguiar, antropóloga e sócia diretora da Plano CDE, que, para desenvolver o levantamento, ouviu 1.600 pessoas das classes A, B, C, D e E, de São Paulo e do Recife (PE).

O levantamento aponta que até 25% dos consumidores da classe C, D e E admitem falta de confiança diante de uma compra. Essa baixa estima no ponto de venda, no entanto, aplica-se a uma pequena parcela dos clientes A e B, com 7% e 13%, respectivamente.

“O varejo precisa acompanhar a evolução dessas classes, levando em conta o potencial de consumo desses grupos consumidores, e reavaliar sua postura, sobretudo o atendimento”, observa Luciana Aguiar, ao analisar o cenário atual, que aponta para uma mobilidade social constante e ascensão da classe C, assim como o incremento na massa de renda de R$ 37 bilhões, entre 2002 e 2008, das classes D e E.

Associada à falta de autoestima, os clientes das classes C, D e E acreditam ser mal recebidos por pertencerem a um grupo de baixa renda. Essa percepção é de 50% e 51%, respectivamente, entre os clientes C e D, e ultrapassa o índice de 56% entre os consumidores E.

De uma forma geral, a pesquisa mostra que o setor varejista precisa ajustar alguns pontos na sua forma de atendimento, motivo de queixas por todas as classes. Segundo o estudo, a insatisfação com as lojas cheias não é um privilégio do público A/B, de 62% e 64%, respectivamente. Entre os consumidores C, D e E o descontentamento também mantém índices semelhantes: 65%, 61% e 59%.

via: Promoview

Redes Sociais X Marketing 26, 03, 2011

Posted by varall in Sem categoria.
1 comment so far

Enfim, o internauta, principalmente aquele com poder de consumo latente, está aprendendo a fazer uso das redes sociais para trazer benefícios reais ao seu dia-a-dia, como também utilizá-la como uma arma. Foi-se o tempo em que as redes sociais, como Twitter e Facebook, eram apenas ferramentas usadas para simplesmente contar nossa rotina, onde estamos ou o que estamos fazendo.

 Hoje, esses meios de comunicação atingem níveis impressionantes, tornando-se um termômetro do que sua empresa pode ou não oferecer no mercado. As redes tornaram-se uma espécie de desabafo do consumidor. Quem já não se revoltou com alguma coisa que comprou e não deu certo, por estar com defeito, por não ter sido entregue, ou por ter atrasado? Pois essas ações passaram a ser monitoradas pelas grandes empresas como forma de minimizar a fama ruim que um cliente insatisfeito pode gerar.

 Acha que não? Pois há duas semanas, o primeiro no trend topics do Twitter era um consumidor revoltado com uma empresa que fabrica geladeiras, por ter comprado uma delas com defeito e não ter conseguido efetuar a troca ou reparo. O consumidor colocou o eletrodoméstico no jardim em frente a sua casa, estendeu uma faixa de protesto e gravou um vídeo contando toda a história. Em pouco tempo ele estava no topo de uma das duas maiores ferramentas de rede sociais do mundo.

 A empresa, que possui esses “espiões monitores de qualidade”, percebeu a mancha que estava se desenhando na sua campanha de marketing digital, entrou em contato com o cliente e efetuou a troca da geladeira. É um novo modelo de relacionamento entre empresa e consumidor que ainda é pouco adotado, mas muito eficiente para que se evitem ruídos no seu faturamento. Tudo porque, hoje em dia, uma notícia bem veiculada na internet pode tomar proporções gigantescas, por mais simples que ela seja. O interesse pelo uso das redes sociais como instrumento de defesa ou de crítica e desabafo, também demonstra o quanto está aumentando não só o uso da internet para diversão, como para o consumo de produtos e serviços.

E é exatamente com base nesses argumentos pontuais que sua empresa precisa estruturar sua campanha de marketing digital e, até mesmo, de link patrocinado. De nada adianta um projeto ousado, que tenha efeito e coloque seu empreendimento no topo do Google, se ele deixou de atender apenas um dos pedidos que foi feito. Como afirma Ronaldo Morsch, que disse ser necessária a contratação de mais atendentes para manter o bom serviço em sua empresa de banheiras de hidromassagem.
Por isso, além de manter a qualidade do atendimento é necessário a contratação de um ou mais profissionais que possam fazer o monitoramento da “fama” de sua empresa. Se ela está sendo bem aceita pelos internautas ou está recebendo crítica devido à uma falha de serviço que, na grande parte das vezes, é fácil de se resolver.
Lembre-se. É preciso estar preparado. Em 2010, o número de investimento em publicidades na internet cresceu em 30%, chegando ao patamar de R$ 1,25 bilhão. Ou seja, para se destacar e dobrar seu lucro/faturamento é necessário ser diferente. Melhor ainda, é necessário ser primordial no que oferece ao seu cliente e no atendimento prestado a ele.
Por Fábio Grinberg, empresário, proprietário da Mr. Grin e presidente da Top Google. É especialista em marketing digital.
 
Via: Mídia8