jump to navigation

Hora de botar o seu time em campo. 12, 06, 2010

Posted by varall in Estendendo informaçao.
Tags: , ,
trackback

Bons e velhos tempos aqueles, em que os anúnciantes e as agências não precisavam se preocupar, tendo em mãos uma boa verba para um grande patrocínio. Hoje, ainda é uma forma digamos que “segura” de obter algum resultado desejado, de criar um elo com o consumidor. Mas, a copa, além de um bom futebol, também nos mostrou que é preciso entrar em campo e vestir a camisa do cliente e não só ficar posando nos bastidores do campeonato.

Achei muito bacana esse artigo que encontrei na net e resolvi estender no varal…

No dia dos primeiros jogos da Copa do Mundo nesta sexta-feira, 11, a Nike provou novamente que os anunciantes não precisam necessariamente investir uma grande quantidade de dinheiro nos direitos oficiais de patrocínio do evento para ter o melhor buzz.

Um estudo da Nielsen em cima de blogs, redes sociais e programas de mensagens instantâneas descobriu que a Nike teve duas vezes mais menções em textos de língua inglesa relacionados à Copa do Mundo do que a segunda colocada Adidas, que é patrocinadora Fifa.

E a Adidas não foi a única parceira oficial a perder espaço. A Budweiser foi somente a décima marca mais lembrada, enquanto a rival Carlsberg, que não é patrocinadora oficial, ficou em sexto lugar.

Tanto Nike quanto Carlsberg basearam seu sucesso em campanhas de vídeos virais. O épico da Nike Write the Future teve mais de 22 milhões de visualizações, enquanto a peça Team Talk da Carlsberg, que era focado no patrocínio à seleção inglesa, teve mais de um milhão.

A Pepsi (8ª) e a Panasonic (10ª) também entraram no Top 10 de marcas mais associadas à Copa, mesmo não sendo patrocinadoras também. No caso das duas, no entanto, elas ficaram atrás de concorrentes que patrocinam a Copa, no caso, Coca-Cola (3ª) e Sony (4ª). Outro caso bem sucedido foi de Visa, que ficou na quinta colocação do ranking e que teve 15 vezes mais menções do que a Mastercard.

Confira a porcentagem de buzz online apontada pelo estudo:

1 Nike Não patrocinador 30,20%
2 Adidas Parceiro FIFA 14,40%
3 Coca-Cola Parceiro FIFA 11,80%
4 Sony Parceiro FIFA 11,70%
5 Visa Parceiro FIFA 7,30%
6 Carlsberg Não patrocinador 3,90%
7 McDonalds’s Parceiro Copa/Fifa 2,80%
8 Pepsi Não patrocinador 2,50%
9 Hyundai/Kia Parceiro FIFA 2,40%
10 Panasonic Não patrocinador 1,90%

Via:ADvertising Age

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s